Governo discute novas diretrizes para diagnóstico precoce dos cânceres de colo de útero e mama

Profissionais de saúde e gestores das regiões de saúde de São Luís, Rosário e Itapecuru-Mirim participam do ‘Seminário de Implementação das Diretrizes para Detecção Precoce dos Cânceres de Colo de Útero e Mama’, nesta terça-feira (30) e quarta-feira (31), com foco no estabelecimento de procedimentos padrões de diagnóstico do câncer em todo o estado. Na prática, o paciente contará com mais agilidade na fase de diagnóstico da doença com início imediato do tratamento e medicações prescritas.

O secretário adjunto de Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Marcelo Rosa, ressaltou a importância de constituir protocolos padrões para diagnóstico precoce do câncer em todo o Maranhão. “Na capital e nos demais municípios o mesmo procedimento de consulta precisa ser feito para que não haja margem de erro de detecção da doença em nenhuma mulher que buscar atendimento. Tudo precisa ser padronizado para que haja uma qualificação igual de todos os profissionais que lidam diariamente com os casos”, explicou.

A superintendente de Atenção Primária da SES, Joelma Veras, destacou que os profissionais da Atenção Básica precisam estar com o olhar atento para as mulheres que chegam nas unidades básicas de saúde. “Quanto mais cedo for detectado o câncer mais rápido a paciente será orientada a procurar uma unidade especializada, como o Hospital de Câncer do Maranhão com todo suporte para o tratamento”, pontuou.

A enfermeira Karla Adriana Cavalcante, profissional do Departamento de Atenção à Saúde da Mulher, afirmou que a qualificação dos profissionais sobre o rastreamento do câncer de colo de útero e mama representa uma redução nos casos. “Quanto mais o profissional é treinado para detectar o câncer, maior é a chance de cura do paciente. É preciso padronizar os procedimentos de diagnóstico para melhor atender”, disse Karla Adriana.

Presente ao evento, a chefe do Departamento de Atenção à Saúde da Mulher, Ananda Beatriz Rodrigues Marques, destacou o objetivo central do seminário no fortalecimento da qualificação dos profissionais, com foco na estruturação das ações de controle em conformidade com as Diretrizes Brasileiras para o Rastreamento do Câncer do Colo do Útero e Detecção Precoce do Câncer de Mama.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *