Marcos Caldas pede que a Comissão de Ética investigue Wellington do Curso por denúncia sobre escola

O deputado Marcos Caldas (PRP) pediu que a Comissão de Ética da Assembleia Legislativa investigue o colega de plenário, deputado Wellington do Curso (PP), por conta de denúncia sobre a escola estadual de Nova Iorque no Maranhão, que segundo ele não existiria e seria propaganda enganosa do Governo do Estado.

“O deputado Wellington do Curso afirmou categoricamente que a Seduc colocou esta escola na lista das escolas reformadas pelo governo e fez uma filmagem, jogou na internet dizendo que o governo estava fazendo propaganda enganosa, mostrando uma escola que está abandonada e que foi encaminhada para esta Casa uma lista, a qual eu tenho aqui na mão, falando que a escola estava na lista como executada, mas que a escola está abandonada”, contou.

Caldas pediu cuidado com esse tipo de denúncia feita na Casa. “O deputado Wellington faltou com a verdade. Primeiro, eu quero dizer para os deputados e principalmente para o Wellington do Curso que nessa lista que a Secretaria de Educação encaminhou para a Assembleia Legislativa está aqui o nome da escola Nova Iorque, mas está aqui como a executar. Se está a executar é porque não foi colocada na lista das que estavam executadas”, garantiu.

Marcos Caldas disse que o secretário de Educação do Estado, Felipe Camarão, e o Governo do Estado vêm fazendo um grande trabalho à frente da Educação, e que o relatório mostra que já foram reformadas mais de 600 escolas e tem 300 sendo reformadas; e que só dentro da Ilha, vão inaugurar agora quatro.

Ele informou que participou da inauguração de escola em Chapadinha e Barreirinhas, e que na cidade dele, Brejo, tem uma sendo concluída e que muitas escolas de taipa que foram transformadas em escola digna.

“Mas eu quero pedir para que o presidente desta Casa encaminhe para a Comissão de Ética desta Casa para que apure essa denúncia que eu estou fazendo neste momento. Presidente, o deputado Wellington faltou com a verdade e quebrou aqui, no Regimento, o decoro parlamentar, quando ele traz uma denúncia para a Internet dizendo e mentindo, querendo acusar o Governo de estar mentindo, ele falta com a verdade e ele quebra o decoro parlamentar”, garantiu.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *