Arraial da Praça Maria Aragão encerra programação; público total da festa foi de 115 mil, diz PM

A noite desta segunda-feira (29) no
São João de Todos da Praça Maria Aragão, uma parceria da Prefeitura de São Luís
e Governo do Estado, marcou o encerramento de um projeto bem sucedido. O
espetáculo, que valorizou a cultura popular de uma das épocas mais festivas do
Maranhão, foi acompanhado por aproximadamente 115 mil pessoas durante os
dezoito dias de festa, de acordo com dados da Polícia Militar. A população, que
compareceu maciçamente à programação, aprovou o arraial na Praça Maria Aragão.
Só nos dias 20 e 27 de junho, foram
25 mil pessoas em cada noite. No encerramento, a programação contemplou a
diversidade das manifestações culturais do Maranhão, presente durante todos os
dias de festança. O Boi de Eliézio, sotaque costa de mão, veio do município de Cururupu
e mostrou as raízes da festa junina. O grupo foi inserido no projeto de
salvaguarda da Fundação Municipal de Cultura (Func) com o objetivo de valorizar
manifestações que estão praticamente extintas.
Além do grupo de costa de mão, a
programação também contemplou o sotaque de orquestra representando pelo Boi
Tradição de São Bento, o show Folia de São João “Grupo Folias de
Três”, Cacuriá de Dona Teté, hoje comandado pela cantora Rosa Reis, Boi de
Santa Fé, sotaque da baixada e Show de Pepê Junior.
Durante a apresentação do Boi de
Santa Fé, a Func fez uma homenagem ao mestre Apolônio Melônio, que morreu no
início do mês de junho deste ano. O presidente da Func, Marlon Botão, entregou
para a viúva de Apolônio, Nadir Cruz, uma placa homenageando o grande nome da
cultura popular maranhense. “Quero agradecer primeiramente a Deus e, em
segundo lugar, a Prefeitura de São Luís por essa homenagem, pois o mestre
Apolônio nos deixou o ensinamento da condução do bumba meu boi, principalmente
no sotaque da baixada”, disse.
A festa foi acompanhada por turistas
brasileiros de estados como Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais, Pará e Santa
Catarina, além de estrangeiros de países como Alemanha, Suíça e Itália. Além
disso, a festa foi transmitida por equipes de televisão do Japão, Espanha e
Itália.
Marlon Botão fez uma avaliação
positiva dos dias de intensa programação cultural. “Foram 18 dias de
participação grandiosa da população aqui nesse espaço, que está consagrado como
o principal ponto de referência da cultura popular de São Luís”,
comemorou.
SEGURANÇA
O conforto e a segurança foram grandes marcas da festa na Praça Maria Aragão.
Quarenta guardas municipais escalados por noite trabalharam no evento durante
os dezoito dias de festa. Oito seguranças de uma empresa privada fizeram o
reforço no monitoramento do São João de Todos. A Blitz Urbana participou com
quarenta agentes que organizavam o comércio informal. A parceria com o governo
do Estado também garantiu que a Polícia Militar fizesse rondas ostensivas no
local diariamente, além de disponibilizar dez policiais civis por noite. 16
bombeiros também foram escalados. Não houve registros graves de violência,
apenas pequenos delitos e abordagens.

SAÚDE
Durante os dias de festa, as equipes de saúde fizeram diversos atendimentos
educativos. No dia 28, foi realizada uma panfletagem com distribuição de
informativos sobre o tabagismo, obesidade e hipertensão. Ao todo foram
distribuídos também 13 mil preservativos femininos, 93 mil preservativos
masculinos, além de 20 mil panfletos educativos. As equipes também fizeram
atendimentos de aferição de pressão, curativos, glicemia e medicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *