Escola de Cinema do Iema realiza oficina durante o 43º Festival Guarnicê de Cinema

A Escola de Cinema do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) está realizando durante a programação do 43º Festival Guarnicê a oficina “Do teste ao set: o trabalho e a criação do ator no cinema”. A atividade é ministrada pela atriz Áurea Maranhão e acontece até o dia 21 de outubro.

A oficina aborda a estrutura e as exigências do mercado cinematográfico, técnicas de leitura, entrevistas, testes, incluindo pontos importantes da contratação até a análise de um roteiro. A partir da ótica do mercado, os alunos estão estudando as etapas do processo de seleção do ator em uma produção: estratégias de como fazer o self test, sobre o formato estabelecido e dicas para ser bem-sucedido nessa seleção.

De acordo com a gestora da Escola de Cinema do Iema, Mônica Rodrigues, proporcionar formação cinematográfica mesmo que de forma remota, é muito importante. “Temos como vocação o ensino profissional para o cinema, e agora, em parceria com o Festival Guarnicê, estamos oportunizando uma oficina voltada para atuação. Existe um quantitativo enorme de jovens e adultos empreendedores no audiovisual, e proporcionar essa formação com a segurança de ser online, contribui bastante nesse momento de distanciamento social, para o aperfeiçoamento técnico de atores e atrizes que já atuam ou pretendem atuar neste mercado cinematográfico”, destacou.

Segundo a atriz Áurea Maranhão, professora da oficina, esses espaços de troca de formação são fundamentais. “Nosso segmento vem sofrendo um desmonte cultural, por isso esses espaços acabam se tornando válvula de escape, de criação e de contato. Oportunidades como essa que o Festival Guarnicê e a Escola de Cinema vem oferecendo são momentos onde nós artistas podemos trocar, ensinar e aprender. Ser facilitadora do trabalho de muitos que estão começando para mim é uma honra”, contou.

Para a estudante Clara Ane, a oficina é uma oportunidade de aprimorar seus conhecimentos. “Estou aprendendo bastante sobre o mercado de trabalho no ramo da atuação. Essa oficina é uma ótima forma de entender mais esse meio que estou me inserindo. Aprender com a Áurea Maranhão está sendo surreal, ela nos trata realmente como colegas de trabalho, além de ensinar com magnitude todo conhecimento e técnica que possui”, disse.

Durante a oficina, os estudantes podem acompanhar o trabalho do ator durante o self test, aperfeiçoando a leitura e a criação a partir de um roteiro cinematográfico. Além de debater as fases da preparação de elenco, a troca com o diretor e a equipe de criação.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *