JEMs 2017: Etapa Regional dos Lençóis mobiliza estudantes em Humberto de Campos

As disputas da Etapa Regional dos Jogos Escolares Maranhenses – JEMs 2017 estão à todo vapor e mobilizam estudantes no interior do estado. A Regional dos Lençóis começou no último sábado, 22, e termina nesta sexta-feira, 28, no município de Humberto de Campos.  São seis regionais no total: metropolitana, sul, centro, baixada, dos lençóis e cocais.

Nas etapas regionais são definidas as equipes que irão participar da 45ª edição dos Jogos Escolares Maranhenses, que acontecerão no mês de agosto, na capital São Luís. Os JEMs é um evento promovido pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel).

A Regional dos Lençóis mobiliza estudantes de 16 municípios da região, são eles: Anajatuba, Santa Rita, Itapecuru, Cantanhede, Vargem Grande, Nina Rodrigues, Belágua, Urbano Santos, Chapadinha, Humberto de Campos, Barreirinhas, Paulino Neves, Morros, Axixá, Miranda e Presidente Vargas. Os jogos são disputados, pelas categorias infantil e infanto, naipes feminino e masculino, nas modalidades de atletismo, badminton, basquete, beach soccer, futebol, futsal, handebol, voleibol, e vôlei de areia.

 

Neste ano os JEMs bateram recorde de adesões com 114 municípios aderindo aos jogos. A etapa Regional dos Lençóis conta com a participação de 84 escolas, entre públicas e privadas; 1.123 alunos atletas, de 12 a 17 anos de idade.

“Em todas as regionais, que estão sendo realizadas no interior do estado, observa-se um aumento expressivo de número de alunos inscritos e o aumento, em determinadas regiões, da prática de modalidades esportivas. Esse ano nós fomos surpreendidos com três municípios praticando o basquete, por exemplo. Isso nos alegra muito”, disse o diretor geral dos JEMs, Sandow Feques.

Sandow destacou ainda que o compromisso dos gestores municipais com os jogos aumentou o que, consequentemente, melhorou o nível da competição. “Vemos que os gestores começam a ter preocupação em preparar melhor os municípios e dar mais condições aos professores com material esportivo, com locais de treinamento, de jogos, e logicamente as equipes estão ficando mais preparadas e isso faz com que o nível técnico da competição também cresça”, destacou o diretor dos JEMs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *