Falta de ambulância prejudica transporte de pacientes no Maranhão

A falta de ambulância no município de Davinópolis, a 663 km de São Luís, está prejudicando o transporte de pacientes.

A cidade tem um hospital construído com 20 leitos, mas funciona somente como posto de Saúde porque a prefeitura alega falta de recurso para manutenção da unidade hospitalar.

A única ambulância do município está a quase 15 dias quebrada. De acordo com o portal da transparência, o Ministério da Saúde liberou este ano mais de dois milhões e quatrocentos mil reais para a Atenção Básica de Saúde, e mais sessenta mil para assistência farmacêutica de Davinópolis.

Um funcionário do posto que prefere não se identificar informou que a ambulância está em conserto numa oficina de Imperatriz aguardando uma peça encomendada de outra cidade. Enquanto isso a prefeitura substituiu a ambulância quebrada por um veículo de passeio para transportar os pacientes.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Davinópolis reforçou que a única ambulância do município está em manutenção. A oficina mecânica aguarda a chegada de uma peça eletrônica que não tem nas lojas de Imperatriz. A previsão é que o equipamento chegue na sexta-feira (8). A Semus disse ainda que os casos graves estão sendo atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Imperatriz e que no carro são transportados casos de menor gravidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *