Filho do DJ Claudinho Pollary vai a juri popular nesta quinta-feira, pela morte do advogado Brunno Matos

Serão julgados pela 2º Vara do Tribunal do Júri, nesta quinta-feira (2),  os três acusados de envolvimento na morte do
advogado, Brunno Eduardo Matos Soares, e tentativa de homicídio do irmão dele,
Alexandre Matos, e do amigo Kelvin Kim Chiang, crimes ocorridos na madrugada do
dia 06 de outubro de 2014, no bairro do Olho d’Água, em São Luís. Os acusados são: Carlos Humberto Marão Filho,  João José Nascimento Gomes e  Diego Henrique Marão Polary, filho do DJ Claudinho Polary.
De acordo com o Ministério Público, o
homicídio e as duas tentativas de homicídio foram resultados de uma discussão,
decorrente de quebra de retrovisores de alguns veículos que estariam obstruindo
o acesso à garagem da residência do acusado Marão Filho, localizada na Rua dos
Magistrados, no bairro do Olho d’Água. Brunno Matos foi morto a golpe de faca.
Alexandre Matos e Klevin Chiang também foram feridos com arma branca.
Carlos Humberto Marão Filho foi pronunciado pela suposta
participação na morte do advogado Brunno Matos; o vigilante João José
Nascimento Gomes, pela suposta prática de homicídio do advogado e tentativa de
homicídio contra Kelvin Chiang; e Diego Polary, pela suposta prática de crime
de homicídio de Brunno Matos e tentativa de homicídio contra Alexandre Matos.
A sessão de julgamento, no próximo dia 02 de
fevereiro, está prevista pra começar às 8h30, no auditório do Fórum Desembargador Sarney costa, no Calhau e será presidida pelo juiz titular da 2ª Vara, Gilberto de Moura Lima. Atuará na acusação o promotor de justiça Rodolfo Soares dos
Reis, com os assistentes da acusação advogados Meihem Ibrahim Saad Neto e
Rafael Moreira Sauaia. A defesa dos acusados ficará com o defensor público
Marcus Patrício Soares Monteiro e os advogados Ítalo Leite e Benevenuto Serejo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *