É muita moleza:prefeito acusado de desvio de R$ 15 milhões, ficará preso na sede do Corpo de Bombeiros

Hélder Aragão (PMDB)
A pedido da defesa, a Justiça
do Maranhão, acatou pedido de transferência do prefeito de Anajatuba, Helder
Lopes Aragão (PMDB),  acusado de desvio estimado em R$15 milhões, para a sede Corpo de Bombeiros, em São Luís.  O gestor que estava preso na Penitenciária
de Pedrinhas desde o dia 20 de outubro pela Operação Attalea foi transferido
ontem à noite.
Pelo Estatuto da Advocacia,
Lei nº 8.906/94,  é direito do advogado “não ser recolhido preso,
antes de sentença transitada em julgado, senão em sala de Estado Maior, com
instalações e comodidades condignas e, na sua falta, em prisão domiciliar”.
A
Polícia Federal junto com o Ministério público, confirmaram  que os desvios de verbas da organização
criminosa desarticulada pela Operação Attalea
, que prendeu o
prefeito Helder Aragão (PMDB) e outros sete envolvidos, chegam a R$ 15 milhões
somente em Anajatuba.
Do montante, R$ 8 milhões são referentes a verbas
federais e, R$ 7 milhões, a verbas estaduais. O núcleo político é formado pelo prefeito,
secretários e servidores municipais.
 Afastamento
Em julho deste ano, a Promotoria de Justiça de Anajatuba ajuizou ação civil
pública por ato de improbidade administrativa pedindo o afastamento liminar e a
perda do cargo contra o prefeito Helder Aragão (PMDB), acusado de
desviar R$ 13.914,048,02 dos cofres públicos por meio de fraudes em licitações
e contratos.
No mês de agosto de 2015, uma
decisão liminar da juíza Mirella Cezar Freitas determina o afastamento
imediato, por 180 dias, do prefeito de Anajatuba por suposto ato de improbidade
administrativa, como resultado da ação civil pública interposta pela Promotoria
da Comarca de Anajatuba.

Uma ideia sobre “É muita moleza:prefeito acusado de desvio de R$ 15 milhões, ficará preso na sede do Corpo de Bombeiros

  1. Pingback: Mordomias para os corruptos. Prefeito de Anajatuba, Helder Lopes Aragão (PMDB-MA) acusado de desvio de R$ 15 milhões, não ira para presidio. Ficará preso na sede do Corpo de Bombeiros. | Brasil, o país dos Bilhões em corrupção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *