Preso autor dos disparos que vitimou mulher no Anjo da Guarda

Maria Celeste 
Foi detido Ele foi detido pelo Serviço de
Inteligência do 1º BPM, nesta quinta-feira (30), Joedson da Silva Barbosa,
apontado pela polícia como sendo o autor dos disparos que vitimaram, no último
domingo (26), Maria Celeste Penha Siqueira, 46 anos. O assassino foi preso quando
estava escondido em um bar na Travessa Jackson Lago, no Alto da Esperança, no
Anjo da Guarda. O dono do bar, identificado como Francisco Mendonça Câmara,
também recebeu voz de prisão.
Contra Joedson da Silva Barbosa havia, ainda, um
mandado de prisão preventiva expedido, no dia 28 de julho, pelo juiz Gilmar de
Jesus Everton, pela participação no crime.
De acordo com o coronel Egídio Amaral, do Comando
de Policiamento de Área Metropolitano III, Joedson da Silva Barbosa integra
grupos que agem na Região Metropolitana São Luís. A polícia trabalha na
identificação, localização e prisão dos envolvidos no crime. Segundo o coronel,
já haviam sido presos Sérgio Roberto Fonseca, 18 anos, e apreendido um
adolescente de 14 anos. Um quarto envolvido já foi identificado pela polícia e
equipes do 1º BPM realizam buscas a fim de localizar este suspeito.
O crime
De acordo com a polícia, o crime aconteceu na noite
de domingo (26), na Rua das Laranjeiras, no bairro do Anjo da Guarda. Os
suspeitos chegaram em um veículo Ford Fiesta de cor vermelha e anunciaram o
assalto. A vítima estava na porta de sua residência.

Maria celeste, segundo o relatório da ocorrência,
teria dado o celular e quando se preparava para entrar na residência foi
atingida nas costas com os disparos. O veículo utilizado durante a fuga foi
localizado abandonado na região do Alto da Esperança. O carro havia sido tomado
de assalto horas antes de ser utilizado no latrocínio.
O caso provocou revolta na área do Anjo da Guarda. Maria
Celeste era integrante da Assembleia de Deus. O carro usado pelo trio foi
abandonado no Alto da Esperança, região do Bacanga, o veículo foi roubado de
uma mulher no bairro do São Cristóvão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *