Valéria Macedo acompanha vistoria da MA-138 com técnicos da SINFRA

Para
atender a luta iniciada em 2011 pela deputada Valéria Macedo (PDT), o
secretário de Infraestrutura do Estado, Clayton Noleto (PCdoB), enviou uma equipe
de engenheiros a fim de fazer o projeto de asfaltamento da MA-138, que liga às
cidades de Estreito a São Pedro dos Crentes, na região sul do Estado. 
A
parlamentar acompanhou in loco a
equipe técnica do Estado coordenada pelo engenheiro Rayol, na tarde do dia 26.
Partiram de Estreito rumo a São Pedro dos Crentes a equipe, a deputada Valéria
Macedo, sua assessoria, lideranças do município de Estreito, que seguiram até o
Altamira/PA, aproximadamente 50 km do município.
Segundo
informações preliminares do engenheiro Rayol, o levantamento é indispensável
para  construção de um bom projeto, que “é peça fundamental para realizar
uma obra dessa magnitude, acrescentando que o trabalho de levantamento de dados
deve se estender durante todo o final de semana ou até a semana seguinte, afim
de que o relatório aponte as demandas da MA – 138 para o governo”.  O
relatório deverá ser apresentado ao Secretário de Infraestrutura Clayton Noleto
no prazo máximo de 30 dias.  
A
deputada Valeria Macedo lembrou que desde 2011 vem travando luta permanente
junto ao governo do Estado para o asfaltamento da MA – 138, e que agora com o
governador Flávio Dino a luta continua e agora participa diretamente do
levantamento dos dados para confecção do projeto básico da estrada.
Valéria
lembrou que a construção da MA foi um dos compromissos de campanha do
governador. E disse que acompanha os trabalhos técnicos porque não há obra sem
um bom projeto e, por isso, faz questão de acompanhar pessoalmente o desenrolar
da questão.
Valéria
afirmou, ainda, que outras lideranças também tem compromisso com essa obra,
dentre as quais lembrou a luta de seus irmãos Deoclides Macedo e Verbena Macedo
e do Senador Roberto Rocha, que é sensível a essa questão, além de várias
outras lideranças locais.

Para
Valéria, esse projeto tem por objetivo atender as necessidades de produtores
rurais, a população que necessita trafegar diariamente pela rodovia até chegar
aos pontos de vendas e distribuição da produção. Ao todo são mais de 30
assentamentos e cinco cidades que dependem do acesso quase exclusivo da MA-138
num trecho de cerca de 130 KM. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *