Bacuri: quatro continuam internados, dois estão na UTI

Idifusora

Quatro
pessoas permanecem internadas no Hospital Tarquínio Lopes, o Hospital Geral,
vítimas do acidente entre uma D20 e um caminhão carregado de pedras na noite
desta terça-feira (29) próximo ao povoado Madragoa, município de Bacuri.

De
acordo com o diretor do hospital Geral, Luiz Alfredo Guterres, um rapaz
identificado como Rogério Azevedo Rocha sofreu politrauma com traumatismo
craniano, está em estado gravíssimo, foi submetido a tratamento neurocirúrgico
na manhã desta quarta-feira (30), segue entubado, sob ventilação mecânica e com
hemodinâmica estável. Já Amanda Sales Lopes também está na Unidade de
Terapia Intensiva, sofreu politrauma com traumatismo craniano, encontra-se em
estado grave, mas acordada, respirando espontaneamente e sob observação. 

Ellen
Cristina Monteiro Garcia deu entrada com quadro de politrauma, realizou
exames e não foi  evidenciada lesão neurológica e visceral ou fratura. O
quadro é estável, mas ainda sem previsão de alta. A estudante Aline Silva foi
recebida com quadro de politrauma e realizou exames laboratoriais. Encontra-se
estável, sonolenta, com rebaixamento do nível de consciência.

Cinco
helicópteros foram deslocados para a região, sendo que três para transportar
quatro pacientes graves para o Hospital de Alta Complexidade Tarquínio Lopes
Filho. Outras duas aeronaves levaram para Bacuri, dois bombeiros especialistas
em situação de crise, um médico psiquiatra e psicólogos.  

A
promotora de justiça Alessandra Darub, titular da comarca de Bacuri, as investigações irão atingir o adolescente
de 17 anos que conduzia a D20 e o seu pai, que o autorizou a dirigir sem
habilitação. Nesta quarta-feira (30), um sobrevivente conversou com uma equipe
de reportagem da TV Difusora sobre os momentos que horror que viveu junto aos
amigos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *