Justiça cassa prefeito e vice em Codó

Prefeito e Vice
 
O
prefeito de Codó, Zito Rolim (PV), e o vice Guilherme Archer (PMDB), tiveram seus
diplomas cassados. Os votos que eles receberam em outubro de 2012 foram
considerados nulos e os dois estão inelegíveis pelos próximos oito anos. A
sentença do juiz eleitoral Pedro Guimarães Junior foi publicada hoje (27) no
Fórum Eleitoral de Codó, e ficam a partir de agora inelegíveis pelos
próximos 8 anos. Por enquanto, ninguém assume os cargos.

Esta
sentença diz respeito à uma Investigação Judicial Eleitoral impetrada pelo
Ministério Público acusando José Rolim Filho e Guilherme Ceppas Archer de uso
indevido de meios de comunicação social, no caso a TV Codó que é pública, ora
controlada pela prefeitura. Há indícios de que uma nova eleição deva acontecer
no município. Francisco Nagib também consta na cassação, ele aparece em 3º
lugar na votação de 2012.

O
Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) ainda não teve acesso ao
processo, decidido em primeira instância no município de Codó. O processo será
julgado em São Luís e deve seguir para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Também
foram sentenciados os apresentadores Jonas Bastos Martins Lopes Filho, Osvaldo
Pereira da Silva Filho (Maozinha) e Antonio Leandro Sousa Paiva (Leandro de
Sá).

Zito foi eleito em outubro do ano passado com 
23.075 votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *