Depois de chamar funcionários do Banco do Brasil de vagabundos, Felipão volta atrás e pede desculpas

Luiz Felipe Scolari já chegou causando polêmica. Logo em sua
primeira entrevista como técnico da seleção brasileira
, na manhã
desta quinta-feira, Felipão acabou criando um mal-estar com os bancários em
geral e com funcionários do Banco do Brasil em particular. Ao ser questionado
sobre a pressão de ter que vencer a Copa do Mundo no Brasil, o treinador
respondeu:

‘ Quem joga futebol tem pressão, e os jogadores têm
que saber isso. Tem que trabalhar nesse aspecto. Se não quer pressão, vai
trabalhar no Banco do Brasil, senta no escritório e não faz nada, aí não tem pressão
nenhuma ‘ disparou Felipão.

No fim da tarde o Banco do Brasil divulgou nota
informando que o treinador tinha se retratado. Segundo a assessoria do banco,
Scolari entrou em contato com o presidente do BB, Aldemir Bendine, e explicou
que tinha feito uma “má colocação”, sem intenção de ofender os
funcionários do banco, do qual é cliente há 30 anos.

– Eu estou lá é para pedir a colaboração do povo
brasileiro à seleção e não pretendia ofender o pessoal do Banco do Brasil. Foi
apenas uma má colocação – disse Felipão, segundo o Banco do Brasil.

Na nota a assessoria do BB informa também que para
Bendine o episódio está superado.

‘Você vai ter aqui uma família de 116 mil pessoas que
estará torcendo pelo seu trabalho, que você seja muito feliz nessa nova
empreitada e que traga de volta aquela alegria que você nos deu em 2002’
respondeu Bendine ao técnico, ainda de acordo com a assessoria do BB.

Leia mais

Uma ideia sobre “Depois de chamar funcionários do Banco do Brasil de vagabundos, Felipão volta atrás e pede desculpas

  1. ai o filho chega pro pai que trabalha no bb e fala:
    pai quando eu crescer quero trabalhar como o senhor
    e pai fala no banco filho, nao pai fazendo nada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *