Governo prevê mínimo de R$ 670,95 para 2013

Na proposta para o Orçamento de 2013, apresentada
nesta quinta-feira pelo Ministério do Planejamento, há uma previsão de reajuste
de 7,9% para o salário mínimo, que passará a ser de R$ 670,95 no próximo ano. A
inflação medida pelo IPCA, de acordo com o ministério, deve ficar em 4,5%, no
centro da meta oficial.

Na mesma proposta, a previsão para o Produto Interno
Bruto (PIB) do projeto de Lei Orçamentária 2013 é um crescimento de 4,5%. Essa
projeção é menor do que os 5,5% previstos na Lei de Diretrizes Orçamentárias
(LDO) para o mesmo ano. O PIB nominal previsto foi de R$ 4,973 trilhões.

O ministério apontou que a meta de superávit primário
para o setor público em 2013 será a mesma de 2012, de 3,1% do PIB. O governo
tem ressaltado que o cumprimento desse objetivo na área fiscal é um dos pilares
que estão permitindo a redução dos juros adotada pelo Banco Central, que
reduziu a Selic de agosto até hoje de 12,50% ao ano para 7,50%.

No entanto, de acordo com o ministério, apesar de a
meta cheia ser de 3,1% do PIB, poderá ocorrer um abatimento de investimentos do
Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) equivalente a 0,5% do PIB. Segundo
o Planejamento, a meta do superávit primário para o governo central será de
2,2% do PIB para o próximo ano e para os governos regionais será de 1% do PIB
em 2013. (Estadão)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *