Para vingar morte do filho, policial mata parente do acusado

Revoltado com a morte do filho, o sargento Gabriel do
policial militar do 9º Batalhão de Policiamento invadiu na manhã desta
terça-feira (31) a residência de um rapaz de 21 anos, conhecido como Pipoco e o
assassinou com três tiros.

O tenente-coronel Jeferson Teles, comandante do
Policiamento Metropolitano, em entrevista nesta manhã (31), a rádio Mirante
AM, disse que a vítima cumpria pena em Pedrinhas, e informações
preliminares dão conta que Pipoco tinha laços de parentesco com adolescente acusado
de matar o filho do militar. O caso foi registrado no 2º DP, no bairro do João Paulo. O sargento se encontra foragido.

O crime

O jovem Daniel Moreira Botelho, de 21 anos, mais
conhecido como “Negão”, morador da Rua Duque de Caxias, no bairro do João
Paulo, foi assassinado com três tiros em plena Avenida São Marçal, localizada
no mesmo bairro, na manhã de segunda-feira (30). A vítima era filho do sargento
Gabriel, lotado no 9º batalhão da Polícia Militar de São Luís.

O crime foi praticado por um adolescente de 17 anos,
que foi perseguido e apreendido por um policial militar que passava pelo local
durante a tentativa de fuga do garoto. Com o acusado também foi apreendida a
arma do crime, um revolver calibre 38, com quatro munições, três deflagradas e
uma intacta. Estas três foram as que assassinaram o rapaz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *