Pesquisa feita pela ANP aponta formação de cartel de combustíveis nos postos de São Luís

Imirante
O relatório da Agência Nacional do Petróleo (ANP), sobre o aumento no preço da gasolina vendida nos postos de São Luís, constatou indícios de cartel no mercado local. A análise feita pela agência foi encaminhada ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e Secretaria de Direito Econômico (SDE) do Ministério da Justiça.
De acordo com as informações divulgadas pela ANP, a análise constatou que até meados de fevereiro de 2011, os preços tinham variação de até quarenta centavos. Com o aumento, a variação ficou apenas em doze centavos, com preços variando entre R$ 2,70 e R$ 2,82. A ANP também constatou que a margem bruta de lucro dos postos de São Luís (incluindo os impostos da atividade de revenda) praticamente dobrou: de 25 centavos por litro, esse lucro foi para 50 centavos.
A ANP informou que é dever dela comunicar ao Cade e à SDE fatos que possam configurar indícios de infração da ordem econômica, neste caso, a possível prática de cartel pelos postos de combustível em São Luís. A agência informou, ainda, que já havia enviado nota com análise similar no final de 2009, com conclusões que apontavam indícios de cartel em São Luís.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *